Saltar al contenido
Economia Circular

Repsol e RAMPF Eco Solutios continuam a impulsionar a reciclagem de Poliuretano

  • A Repsol terá exclusividade para desenvolver e construir fábricas de poliuretano reciclado e com a tecnologia RAMPF, em toda a Europa.
  • Além disso, a Repsol e a RAMPF Eco Solutions vão desenvolver novos polióis, um dos principais componentes do poliuretano, produzidos a partir de diferentes tipos de resíduos de poliuretano pós-consumo.
PDF 149 KB Descargar documento

Repsol e RAMPF Eco Solutios continuam a impulsionar a reciclagem de Poliuretano

A Repsol e a RAMPF Eco Solutions chegaram a um acordo que dá exclusividade à Repsol em toda a Europa para desenvolver e construir novas fábricas de polióis flexíveis reciclados. O acordo centra-se na análise para a construção de novas instalações na Europa e no desenvolvimento de novos polióis, produzidos a partir de diferentes fontes e qualidades de resíduos de poliuretano pós-consumo.

Este acordo permite unir os pontos fortes das empresas, bem como os seus conhecimentos e experiência em reciclagem e capacidade na produção e engenharia de polióis. Aproveitando estas sinergias, as duas empresas serão capazes de impulsionar, de forma eficiente, a reciclagem da espuma flexível.

O acordo acontece depois da Repsol anunciar a construção da primeira fábrica de reciclagem de poliuretano em Espanha, em março do ano passado, para produzir polióis circulares a partir de colchões em fim de vida útil. A fábrica estará operacional no final de 2022 e terá capacidade para produzir mais de 2.000 toneladas de resíduos pós-consumo por ano.

Segundo Antonio Portela, Diretor da Unidade de Negócios de Produtos Intermediários, "este acordo oferece uma nova oportunidade para mostrar ao mercado o empenho da Repsol na economia circular e a vontade de oferecer soluções e apoiar os vários intervenientes nas suas estratégias. Estamos convencidos de que temos o parceiro perfeito para o conseguir".

Marco Werth, Diretor de Vendas e Marketing da RAMPF Eco Solutions, afirma: “Temos muito orgulho em trabalhar em conjunto com uma equipa de especialistas tão reconhecidos. O compromisso da Repsol de atingir zero emissões líquidas até 2050, é verdadeiramente inspirador. Ambas as empresas partilham uma grande dedicação e entusiasmo pela economia circular, pelo que esta cooperação é emblemática".

Este acordo promove o objetivo da Repsol de transformar os seus complexos industriais em centros multienergéticos capazes de gerar produtos com uma pegada de carbono baixa, nula ou mesmo negativa. Demonstra também a ambição da Repsol de fechar o ciclo de reciclagem destes produtos essenciais, oferecendo soluções sustentáveis tanto para processadores de poliuretano como para consumidores finais.

Para mais informações:

REPSOL | 21 311 9000

António Martins Victor | amvictor@repsol.com